JUDÔ

Corpo em Movimento

O Judô

O Judô é uma arte marcial criada por Jigoro Kano em 1882, que tem como objetivo máximo desenvolver Jita Kyohei (amizade e prosperidade mútuas) e Serioku Zenyu (máxima eficiência com mínimo de esforço).

A palavra judô significa JU = Suavidade e DÔ = Caminho, sendo denominado “caminho da suavidade”. O Judô é praticado em todos os continentes contando com mais de 180 países filiados á F.I.J. – Federação Internacional de Judô.

O Judô no Brasil é visto como uma grande potência mundial, por ter vários medalhistas olímpicos, contando com milhares de praticantes.

Professor: Rafael

Propósito

De acordo com as palavras de Jigoro Kano, o judô é o caminho eficaz para a força física e espiritual do praticante. Treinado os ataques e defesas, o corpo e a alma se tornam apurados e a essência do Judô torna-se parte do próprio ser, consequentemente suas ações serão pautadas em atitudes de respeito ao próximo e a si mesmo. O trabalho em equipe e o companheirismo também estão presentes, pois cada atleta aprende a respeitar as capacidades e as dificuldades do companheiro.

Outro aspecto importante que o Judô desenvolve está atrelado à disciplina, pois durante as aulas este fator importante é trabalhado continuamente. Desta forma, o indivíduo quando inserido em um contexto social, consegue lidar melhor com as situações adversas.

O desenvolvimento físico também está presente no Judô. Auxiliando em aspectos como: coordenação motora, reflexos, raciocínio rápido, aliado à força que é adquirida de forma natural.

O Judô é um esporte ou forma de defesa, além de um ótimo e eficaz método educacional que atua no comportamento e formação do caráter de uma criança, adolescente e até adultos, de ambos os sexos.

Estratégias

Cair, derrubar, rolar, correr, pular, imobilizar, entre outros, são alguns ensinamentos de uma aula de Judô, cujos efeitos atuam continuamente, modificando o comportamento dos praticantes, principalmente na canalização de agressividade, autoconfiança, relacionamento em grupo, autoconhecimento e autocontrole.

O DOJO (área de treinamento) é uma extensão da vida, onde – praticando o Judô – aprende-se a superar obstáculos. O treinamento de UKEMI (técnica de amortecimento de queda), além de mecanizar os movimentos para aprender a cair sem se machucar, tem como objetivo relaxar o corpo e, tal qual é na vida, cair sem se machucar e levantar de cabeça erguida para a luta. O UCHI KOMI (entrada de golpes) permite um contato corpo a corpo, desinibindo e possibilitando uma troca de energia entre os praticantes, além de treinar repetidamente uma técnica de luta e de combate no solo. O HANDORI (luta facilitada) prepara o atleta para a competição, treinando em movimento as técnicas de Judô, desenvolvendo autoconfiança e o saber de ganhar e perder.